sexta-feira, 9 de junho de 2017

Bom dia

"De noite passarinho é órfão para voar. Não enxerga nem o pai das vacas, nem o adágio dos arroios. Seu olho de ovo emaranha com folhas. No escuro não sabe medir direção e trompa nos paus. Passarinho é poeta de arrebol".

3 comentários:

Ana Paula disse...

Um dia que começa com passarinhos
É sempre um belo dia!

leninha brandao disse...

Querida Babi!
Quanta leveza e sensibilidade em suas palavras.Após um tempo enorme, eis-me de volta aos blogs e visitar sua casa foi um prazer.
Eu havia me esquecido de quão aconchegante era este cantinho e da alegria que sempre me proporcionava.
Obrigada, minha querida!
Um beijo carinhoso,
Leninha

Flavinha Gomes disse...

É preciso saber olhar as delicadezas da vida com carinho.
Amei o post.
Bom fim de semana. Bjka